O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (16/03) o relatório do senador Alvaro Dias ao PL 496/2021, que tem como objetivo evitar fraudes na vacinação contra a covid-19. O projeto, de autoria do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), garante o direito ao cidadão de filmar ou fotografar a aplicação da vacina e contar com a presença de um acompanhante durante a imunização. O texto do relatório foi aprovado por unanimidade com a emenda apresentada por Alvaro Dias para estabelecer punições a quem furar a fila da ordem de prioridade na vacinação. A proposta segue para análise da Câmara dos Deputados.

O projeto foi apresentado depois de denúncias contra alguns profissionais de saúde que teriam usado seringas vazias no momento da aplicação da vacina em idosos. Essa prática ficou conhecida como “vacina de vento”. Depois das denúncias, algumas unidades de saúde proibiram registros ou selfies da vacinação.

Agentes de saúde ou qualquer outra pessoa que tentar impedir o cidadão de filmar ou fotografar a aplicação pode ser punido com pena detenção de 6 meses a 2 anos, conforme emenda do relator, senador Alvaro Dias. O relator recomendou a aprovação do texto com uma série de emendas apresentadas por outros senadores.

As punições também valem para a obstrução de outros direitos estabelecidos no projeto: a presença de um acompanhante durante a vacinação; e o acompanhamento do ato de marcação do lote da vacina no cartão de vacinação. A intenção do autor do projeto é coibir fraudes.

“Fura-fila”
O texto inicial do PL previa que a obstrução desses direitos seria punível com detenção, de 3 meses a 1 ano, além de multa, sem prejuízo da aplicação das sanções e medidas administrativas cabíveis.

Alvaro Dias considerou que a pena “parece muito branda e pode se mostrar inócua, ou seja, sem qualquer poder de intimidação ou de conscientização de eventuais infratores”.

O senador Alvaro Dias tipificou outro crime também: o de infringir a ordem de prioridade de vacinação estabelecida pelo poder público durante situação de emergência de saúde pública. A pena para a pessoa que “furar a fila” da vacina para se favorecer ou beneficiar outro indivíduo será de detenção de 1 a 3 anos, além de multa. Essa pena será aumentada de um terço à metade quando praticada por autoridade ou funcionário público.

“A previsão de se garantir a presença de um acompanhante durante a vacinação, o registro desse ato, bem como o acompanhamento da marcação do lote da vacina no cartão de vacinação respectivo, é providência bastante razoável, sobretudo em tempos de pandemia, pois são direitos que conferem maior segurança de que a vacina aplicada está correta e a inoculação do imunizante foi feita de modo adequado. De fato, tem sido observados e investigados casos até mesmo de vacinação forjada, com desvio dos imunizantes. A edição da norma, portanto, tem a possibilidade de evitar esses problemas e tranquilizar a população”, apontou o senador Alvaro Dias ao apresentar o seu relatório.

Notificação
O registro das ocorrências dos crimes poderá ser feito pela internet, nos estados em que esse procedimento esteja disponível.

O PL altera a Lei 6.259, de 1975, que trata das ações de vigilância epidemiológica, do Programa Nacional de Imunizações e estabelece normas sobre a notificação compulsória de doenças, entre outros. As novas regras valem durante a situação de emergência em saúde pública pela qual passa o país.

8 COMENTÁRIOS

  1. Senhor Senador Alvaro Dias não lhe conheço pessoalmente mas reconheço à pelo menos 16 anos acopanhando seu Mandato quer dizer voto e sempre votarei no Sr. a qualquer cago politico e no momento precisamos mudar e toda a mudança é boa em particular estamos com mas essa alternativa…é hora de mudar, hoje completo 69
    e nove anos(1952/18/03) os parabéns é para/mudança

    • Nossos parabéns pelo seu aniversário, desejando muita saúde e felicidades. Suas palavras são de profunda emoção e gratidão. Um forte abraço
      Assessoria

  2. continuo acompanhando seu trabalho no dia 17/03/2021 não foi diferente de 16 1nos passados ou seja Dois Mandatos e indo para o terceiro e com isso Renovo meu apoio ao Senhor com certeza existem pessoas em Nova Iguaçú que tambem gosta de politico que trabalha 2022 vem aí continue contado com o nosso apoio Iguaçuano ha eu completei 69 anos de idade sabem quem deu-me um presente no dia 18/03/2021 e que tipo de presente aa aprovação no Senado sobre vacina não um bom presente.

    • O senador Alvaro Dias, agradece imensamente as palavras deferidas e sua consideração. É uma honra enorme poder contar com a sua confiança todos esses anos.
      Um forte abraço e nosso muito obrigado.
      Assessoria

  3. aprovado no Senado Federal em 17/03/2021 novas regras enclusive punição pra-quem não respeitar os Idosos tipo eu 69 anos deidade preste receber minhas vacinas primeira e segunda doses esse ato partiu do Sr. Senador( Alvaro Dias do Podemos) e que ganhou o Presente foi eu 18/03/1952

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, deixe seu nome aqui