Alvaro Dias anuncia criação de 4 milhões de vagas em creches

1
6103

O candidato do Podemos à Presidência da República, senador Alvaro Dias (PR), anunciou, esta segunda-feira (10/09), que pretende criar 4 milhões de vagas em creches, caso seja eleito. Em caminhada pelo centro de Ribeirão Preto (SP), o presidenciável afirmou que implantará o cheque-creche, para que as mães possam escolher se desejam colocar os filhos em instituição privada ou pública.

A medida tem como objetivo reduzir o déficit de matrículas para crianças entre zero e três anos. “Pelo Plano Nacional de Educação (PNE), deveríamos colocar nas creches 50% das crianças nesta faixa etária. Porém, chegamos a apenas 33%. Nesse ritmo, levaremos 20 anos para colocar 50% das crianças de zero a três anos nas creches”, assinalou o parlamentar, que foi relator do PNE no Senado.

Alvaro Dias explicou que não faltam recursos para serem aplicados na educação. O problema, segundo ele, é “incompetência, falta de gestão, desarrumação e corrupção” no setor. “Temos que investir principalmente na educação infantil, de zero a seis anos. Um grande investimento, que vai influir no itinerário escolar, vai melhorar a qualidade do emprego, do salário, vai reduzir índices de corrupção e violência, além de melhorar a produtividade e o crescimento econômico do país”, afirmou.

O candidato criticou ainda a violência vivida pelos brasileiros. “Não podemos confundir indignação com ódio, com intolerância, que alimentam a violência e destroem a democracia”, observou. Alvaro Dias afirmou que os eleitores têm que estar “sempre contra a corrupção” e “contra os desgovernos”. Mas ressaltou que “não se resolvem os problemas do país a bala ou a facada”. “É preciso inteligência”, complementou.

1 COMENTÁRIO

  1. Sr. Alvaro Dias
    Eu desejo muito que o senhor se torne o nosso futuro presidente do Brasil, esta nação tão sofrida, para que mudanças sejam feitas para melhor e principalmente justiça para o povo e para os inimigos do povo.
    O senhor ainda tem 6 dias para mudar completamente o rumo desta eleição, assim como foi para o Estado de Israel a guerra dos 6 dias, explico: Israel estava completamente cercado pelos países árabes em Junho de 1967 que declararam guerra contra eles. A desvantagem era descomunal, Israel tinha apenas 50.000 soldados ativos contra 250.000 árabes sem contar os de outros países árabes. Mas mesmo assim Israel venceu de forma inacreditável os países árabes. Por isso eu creio que o senhor pode vencer essa batalha.
    Como???? Fale com os embaixadores de Israel e firme um acordo de apoio a Israel, fique do lado de Israel seja no que for, mostre interesse pela paz de Israel, converse com a sociedade judaica do Brasil, procure rabinos, judeus influentes e peça ajuda nesta eleição e firme apoio ao estado de Israel, faça isso rápido, já!!! O senhor verá como as coisas irão mudar de uma forma inacreditável como na guerra dos 6 dias.
    Mais uma coisa para o senhor acreditar no que estou falando, os países que apoiam Israel sempre prosperam, os países que não apoiam Israel sempre estão na miséria, por exemplo, países que apoiam Israel: EUA, Inglaterra, Alemanha, Japão, Canadá, Austrália. Países que não apoiam Israel: países árabes em geral, Rússia, VENEZUELA, BOLIVIA, CUBA, e nos últimos 3 presidente do Brasil (lula, dilma e temer). Os países que não apoiam Israel se tornam inimigos de Israel, então todos os investidores tiram seu dinheiro desses países, veja se nestes países que não apoiam Israel tem investimento de algum judeu, Nenhum!!! Deus disse a Abraão: Eu abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei aos que te amaldiçoarem, isso inclui quem apoia e quem não apoia.
    Agora não perca tempo, rápido, vá peça apoio a todo judeu influente, embaixada, consulado, sociedade judaica de SP, RJ, Brasília, empresários judeus, rabinos, manifeste seu apoio a Israel desde já e principalmente no seu governo e assim seremos uma nação prospera e forte. Por favor não duvide disso.
    Eu peço uma coisa, no dia da sua posse não esqueça de nos chamar para um forte abraço.

    Atenciosamente

    Rodnei Utima

Comments are closed.